A vida é sagrada inclusive na fragilidade e na doença, afirma o Papa Francisco

FranciscoEnfermo_LOsservatoreRomano

Ao final da Audiência Geral, o Papa Francisco se referiu ao Dia Mundial do Doente, que se celebra hoje na Festa de Nossa Senhora de Lourdes, para alentar os jovens a seguirem a mensagem deste ano “Eu era os olhos do cego e servia de pés para o coxo”, e reafirmar que a vida sempre é sagrada inclusive “quando está marcada pela fragilidade e pela doença”.

“Dirijo um pensamento especial aos jovens, aos doentes e aos esposos recém casados –expressou o Papa–. Hoje se celebra a memória de Nossa Senhora de Lourdes e se celebra o 23° Dia Mundial do Doente”.

“Queridos jovens, disponham-se a ser ‘olhos para os cegos e pés para os coxos’; queridos doentes, sintam-se sempre apoiados pela oração da Igreja; e vocês, queridos novos esposos, amem a vida que é sempre sagrada, mesmo quando marcada pela fragilidade e pela doença”, afirmou o Pontífice.

Em sua mensagem para o Dia deste ano, Francisco convida os fiéis a seguirem “a sabedoria do coração” para que possam abrir-se ao sofrimento destas pessoas, e critica que se use a expressão “qualidade de vida” para fazer com que as pessoas acreditem que a vida do doente não é digna de ser vivida.

Vaticano
Vaticano ACI Digital