Como lidar com o peso das críticas?

Quantas vezes você não se viu triste, cansado ou até desmotivado em fazer algo devido às críticas que recebeu? Sei bem o que é isso, mas precisamos trocar o modo com que vemos as críticas e passar a vê-las como oportunidades, um grande desafio!

Julgamento-500x300Independente do lugar, do momento, e da situação, às vezes quando ela aparece – e geralmente sem avisar – chega com tudo, nos encontra despreparados, nos pega de surpresa, e exige uma mudança, uma resposta, ou uma postura.

A palavra “crítica” na sua origem vem do grego e está atrelada a ideia de julgamento, separação, decisão, exame. A ideia aqui não é discutirmos se as críticas são boas ou ruins, construtivas ou destrutivas, mas precisamos partir do ponto de que elas existem e estão muito presentes na nossa vida, em todos os ambientes, inclusive dentro de nossos grupos, paróquias, movimentos, e da vida da Igreja.

Cada vez mais parece que aumentamos a nossa capacidade de criticar, a vida em sociedade e o advento dos novos meios de comunicação fazem com que estejamos o tempo inteiro exercendo nossa criticidade – acadêmicos gostam desse termo – e com isso abandonamos, ou deixamos de lado nossa compaixão, fraternidade, altruísmo, ou sequer somos capazes de medir às consequências das críticas que fazemos. Acredite, falo por experiência própria, e testemunho que deveria ter calado em muitas vezes.

Gurizada, temos um modelo, não podemos esquecer disso!
O mestre, Jesus Cristo, nos ensina com sua própria vida como devemos lidar com as críticas. Afinal de contas, foi tão criticado, tão odiado, incomodou tanto, que foi condenado a pior pena da época, eu e você conhecemos bem a sua história, só precisamos olhar pra Jesus e seguir o seu exemplo. Nunca baixar a cabeça, desanimar, desistir, se deixar desmotivar. Esse não é o plano de Deus pra você! Ele nos fez para sermos vencedores, e vencedores não desistem. Já viu algum filme do Rocky Balboa, na Sessão da Tarde? Quando tudo parecia perdido, havia uma reviravolta e Rocky saía vitorioso…  Você precisa assumir que Deus te fez um jovem vitorioso, que age com sabedoria, da mesma forma que Jesus, quando recebe algum comentário maldoso, ouve um tradicional “xixi”, uma puxada de orelha, de quem quer ajudar ou atrapalhar.

Que possamos seguir firmes, confiantes na missão de evangelizadores que Cristo nos chamou. Um coração aberto a Deus é o primeiro passo para novas ideias que transformam vidas!

#Tamojunto #AIgrejaéViva #AIgrejaéJovem #NovaEvangelização

Diego Fernandez
Diego Fernandez Comunicador Tri Jovem